Profile

Join date: Jun 19, 2022

About

GP do Canadá Fernando Alonso de volta à primeira fila após 3.619 dias

Números e curiosidades após a classificação da nona etapa da temporada 2022 da Fórmula 1


▶ VIVO 📺📱👉 GP do Canadá 2022 Ao Vivo


▶ VIVO 📺📱👉 GP do Canadá 2022 Ao Vivo


Após a classificação do GP do Canadá o blog Voando Baixo traz mais uma edição especial dos Fast Facts. Estatísticas e curiosidades da Fórmula 1 após a definição do grid de largada para a corrida no Circuito Gilles Villeneuve em Montreal


Max Verstappen nunca escondeu a sua admiração por Fernando Alonso e voltou a fazê-lo no Canadá. O neerlandês vai partilhar a primeira linha da grelha com o experiente piloto espanhol e não se escusou em deixar algumas palavras elogiosas


“Estar na primeira fila juntamente com o Fernando que eu costumava ver na F1 quando era miúdo quando ele estava no topo a ganhar corridas campeonatos e a conquistar pole é uma coisa agradável disse o piloto da Red Bull Racing. “Claro que Fernando está a ficar um pouco velho mas ainda é muito rápido. Sei que ele tem bons arranques por isso tenho de estar preparado.


Fernando Alonso foi o homem mais rápido na terceira sessão de treinos do GP do Canadá uma sessão afetada pelas condições de pista com a chuva a marcar presença de forma vincada. O homem da Alpine destacou-se no final da sessão quando os pneus intermédios começaram a aparecer em pista.


A terceira sessão de treinos começou com a pista completamente encharcada com a chuva que caiu sobre o Circuito Gilles Villeneuve. A Pirelli forneceu mais um conjunto de pneus intermédios às equipas para este treino dadas as condições da pista. A temperatura da pista era de 16º C e as equipas pareciam com pouca vontade de ir para a pista muito cedo.


Os primeiros a irem para a pista foram os Alfa Romeo e os Haas com Charles Leclerc a juntar-se ao quarteto poucos minutos depois tal como Carlos Sainz. As condições estavam longe de ser favoráveis e a aderência era praticamente inexistente com tanta água acumulada em pista.


Os pilotos foram acumulando algumas voltas mas poucas dadas as condições difíceis da pista. Carlos Sainz foi o piloto que conseguiu fazer o melhor tempo na primeira metade da sessão com o registo de 135.858 seguido de Fernando Alonso e Pierre Gasly. Seguiam-se Valtteri Bottas e Lance Stroll.


Sebastian Vettel tratou de fazer o melhor tempo a vinte minutos do final da sessão tirando 0.037 seg. ao tempo de Sainz com George Russell a instalar-se no quarto.


Nos quinze minutos finais os pilotos começaram experimentar as sensações com os pneus intermédios já com a pista um pouco mais seca para entender que tipo de aderência obtinha. Fernando Alonso tratou de colocar o melhor tempo na tabela com os pneus marcados a verde tirando 1.3 segundos à marca de Sainz. Lance Stroll com os pneus de chuva também apareceu nos primeiros lugares da tabela. Kevin Magnussen estava em quinto lugar atrás de Sebastian Vettel que conseguiu chegar ao quarto tempo com pneus intermédios. O tempo de Fernando era a referência nesta fase com larga margem para a concorrência. Vettel tratou de tirar quase 0.4 seg. ao tempo de Alonso também com os pneus intermédios. Alonso regressou ao topo da tabela mas desta vez tirou apenas 0.055 seg. ao tempo assinado por Vettel. George Russell (pneus chuva) e Daniel Ricciardo (intermédios) surgiram no top 5 nos minutos finais.


A seis minutos do final Kevin Magnussen apanhou um susto e falhou a travagem na curva 1 indo para perto das proteções exteriores da curva dois sem consequências para o seu carro no que pareceu um problema nos travões do Hass #20. Também Sainz e Max Verstappen tiveram de recorrer às escapatórias para evitar problemas. Esteban Ocon e George Russell subiram ao top 5 para depois Lando Norris fazer o quinto tempo e Ricciardo fazer o terceiro tempo. Ocon voltou a terceiro lugar enquanto os pilotos iam ganhando mais confiança nestas condições. A sessão terminou pouco depois Fernando Alonso foi o homem mais rápido da sessão seguido de Pierre Gasly Sebastian Vettel Esteban Ocon Daniel Ricciardo Lando Norris (todos com intermédios) George Russell (pneus de chuva) Sergio Pérez Max Verstappen e Carlos Sainz (também com pneus intermédios).


Espera-nos uma sessão de qualificação louca. A pista para amanhã deverá estar seca pelo que as equipas não vão arriscar numa afinação para a chuva. Assim podemos ter uma qualificação com muitas surpresas. Os mais experientes foram os que pareceram mais à vontade neste treino com Alonso e Vettel a mostrarem a sua qualidade. Mas apontar um favorito é um exercício pouco válido pois a qualificação vai depender da velocidade a que a pista for secando e da chuva que pode ou não ainda cair. Fica no ar a sensação que a Red Bull e a Ferrari não se deram bem com as condições de pista e os pilotos de ambas as equipas tiveram dificuldade em controlar os seus carros. Alpine parece ter o carro melhor adaptado para estas condições Alpha Tauri está por perto e a McLaren também pode fazer uma surpresa. Charles Leclerc fez apenas quatro voltas porque sabe que tem o fim da grelha garantido por troca de elementos da sua unidade motriz que motivaram as respetivas penalizações.


A qualificação está agendada para as 21h e espera-nos incerteza emoção e provavelmente algum drama. Fórmula 1 siga aqui a qualificação no Grande Prémio do Canadá


A qualificação do Grande Prémio do Canadá arranca às 21 horas.


Durante a terceira sessão dos treinos livres Fernando Alonso (Alpine) foi o mais rápido mas os pilotos tiveram dificuldades em controlar as traseiras dos carros devido à falta de aderência do Circuito Gilles Villeneuve agravada pela chuva que não parou de cair. As condições da pista deixam tudo em aberto para a qualificação onde poderão haver várias surpresas.


O mexicano Sergio Pérez teve a infelicidade de sofrer um acidente nos treinos para o Grande Prémio do Canadá.


Pérez ocupava o oitavo lugar no Q2 mas estava a utilizar pneus intermédios quando os restantes pilotos utilizavam pneus para chuva forte. Perto da curva 3 o mexicano perdeu o controlo do monolugar que embateu de frente na proteção.


Max Verstappen em Red Bull-RBPT garantiu a «pole position» para o Grande Prémio do Canadá ronda 9 do Mundial de 2022. O campeão mundial em título numa sessão de qualificação marcada pelo piso molhado devido à chuva em Montréal percorreu os 4361 km do Circuito Gilles Villeneuve em 1.21299 m. Amanhã na corrida com 70 voltas que tem início marcado para as 19.00 horas de Portugal Continental Fernando Alonso em Alpine-Renault na primeira linha da grelha de partida ao lado do piloto que lidera o campeonato resultado que o espanhol não conseguia desde a Alemanha-2012 quando ainda representava a Ferrari.


Para Verstappen segunda «pole» em 2022 (primeira em Imola no Grande Prémio da Emília-Romanha a ronda 4 do campeonato) e a 15.ª da carreira na Fórmula 1. Sergio Pérez o parceiro de Max da Red Bull e o segundo no campeonato a 21 pontos do campeão em título despistou-se durante o segundo segmento da qualificação incidente que obrigou à exibição de bandeira vermelha ação que parou a sessão durante alguns minutos e conseguiu só uma 13.ª posição na grelha de partida.


Ainda assim para Pérez resultado mais positivo que o de Charles Leclerc. No Canadá o monegasco falhou a quinta «pole» consecutiva em 2022 ainda antes da sessão de qualificação. Os italianos tiveram de mudar a unidade de potência do monolugar o que faz com que o terceiro no Mundial de 2022 a 34 pontos de Verstappen tenha de iniciar o grande prémio da última linha da grelha de partida na 19.ª posição.


Finalmente referência para a melhor qualificação na carreira (muito curta…) de Mick Schumacher que colocou o Haas-Ferrari na 6.ª posição atrás de Kevin Magnussen o dinamarquês companheiro de equipa do alemão. v ff

[AO!@Vivo] GP do Canadá 2022 Ao Vivo Online domingo 19 de junho 2022

[AO!@Vivo] GP do Canadá 2022 Ao Vivo Online domingo 19 de junho 2022

More actions